Alemanha Indie Rock

Graham Coxon

Por em 10/05/2009

Graham Coxon 1024x825 - Graham Coxon

Graham Coxon (nascido Graham Leslie Coxon em 12 de Março de 1969, Alemanha) é conhecido como o ex-guitarrista na banda inglesa Blur. Ele participou dos primeiros seis álbuns da banda, incluindo o famoso disco de 1994, “Parklife”. Deixou a banda em 2002 embarcando definitivamente em uma carreira solo, que já havia sido iniciada quatro anos antes. Coxon toca em seus discos vários instrumentos, como guitarra, bateria e saxofone. Ao longo de uma trajetória bem sucedida no Blur, ele era conhecido como o carismático guitarrista tímido e nerd, satisfeito a ficar de canto sem aparecer muito. Em 2004 surge o primeiro álbum de Coxon efetivamente como um artista solo, “Happiness In Magazines” e, desta vez, o enfoque foi diferente, a idéia de produção caseira foi deixada de lado, assim como parte dos experimentalismos, tornando o som mais acessível. O disco repercutiu muito bem nas paradas, puxado principalmente pelos singles “Freak Me Out” e “Bittersweet Bundle of Misery”. Com sua primeira turnê solo, Coxon tocou nos grandes festivais ingleses e, em 2005, foi escolhido como melhor artista solo do ano pela NME. Após sua saída do Blur, Coxon pôde retomar também a sua vertente de artista plástico, já que seus únicos trabalhos a atingir o público foram as pinturas usadas nas capas de todos os seus álbuns solo e no álbum “13” do Blur. Mesmo após o anúncio da volta do Blur (a banda deve voltar aos estúdios para gravar um disco de inéditas este ano), o músico continuou comprometido com seu novo trabalho o álbum “The Spinning Top”, lançado dia 11 de maio, no qual o músico caprichou e, como de praxe, a capa também foi desenhada pelas mãos do próprio músico. Good job!

 

Escutem Graham Coxon!
 

TAG

14/05/2009

POSTAGENS RELACIONADAS